Resultados encontrados para:

  • , ,

    Em que sentido se pode afirmar que a democracia é sem doutrina?

    Bahai Irã

    Escrevi ontem (22/09/2017) no Facebook: “Não sou contra apenas a doutrinação marxista nas escolas. Sou contra qualquer doutrinação, marxista, anti-marxista ou não-marxista, em todo lugar, inclusive nas escolas. Aliás, nem sou a favor de escolas.” Uma pessoa respondeu: “Sou favorável que as escolas mostrem todas as doutrinas e deixem que os alunos façam suas opções.” […]

  • , ,

    Democracia cooperativa: uma introdução ao pensamento político de John Dewey

    Dewey 2

    Introdução de Augusto de Franco ao livro Franco, Augusto e Pogrebinschi, Thamy (orgs.) (2008). Democracia cooperativa: escritos políticos escolhidos de John Dewey. Porto Alegre: EdiPUC, 2008 INTRODUÇÃO “The fundamental principle of democracy is that the ends of freedom and individuality for all can be attained only by means that accord with those ends… [but] There […]

  • , ,

    O liberalismo-econômico não tem necessariamente compromisso com a democracia

    Hope

    Muitos conservadores e liberais-econômicos aceitam a democracia e convivem com ela. Mas aceitar a democracia – e até mesmo participar de eleições, seja como candidato a representante ou como eleitor-representado – não significa necessariamente aderir à democracia como ideia (para usar uma expressão de John Dewey) e tomá-la como um valor (no sentido empregado por […]

  • ,

    O impacto das confissões de Palocci sobre Lula e o PT

    Palocci e Lula

    Demétrio Magnoli também percebeu o que sempre dissemos: Palocci não é um membro do núcleo duro da organização política criminosa que dirige o PT, comandada por Lula e Dirceu e tendo em seus quadros pessoas como Delúbio, Vaccari e mais de duas dezenas de outros, não incomodados até agora pela operação Lava Jato. Mas ele […]

  • ,

    Como os democratas devem apoiar a Lava Jato

    Lava Jato

    O Brasil está passando por uma operação de combate à corrupção muito semelhante à operação Mãos Limpas (que ocorreu na Itália dos anos 1990). Operações como estas alteram o funcionamento institucional normal de qualquer país. E tendem a ter um desfecho frustrante (como ocorreu, aliás, com a Mani Pulite), sobretudo se os agentes da lei […]

  • ,

    Uma análise do que está ocorrendo no Brasil

    Damocles

    Muitas pessoas estão assustadas com os acontecimentos mais recentes na política nacional. Um festival de denúncias, acusações, processos, delações, condenações e (na verdade, considerando o tamanho do escarcéu, poucas) prisões. A impressão que se tem, acompanhando o noticiário, é que todos os políticos são corruptos, não escapa um. E a maioria não sabe explicar direito […]

  • ,

    Quem vigia o Ministério Público?

    Mailson Dagobah

    Maílson da Nóbrega, na sua última coluna da Veja (13/09/2017) aborda uma questão que já tratei aqui em alguns artigos, como: A legitimidade democrática do Ministério Público, Mais uma jaboticaba: um Ministério Público sem paralelo no mundo e, sobretudo, A visão de democracia da força-tarefa da Lava Jato. O artigo de Maílson segue abaixo:

  • , ,

    Um exemplo de como são conservadores os nossos liberais

    Consantino

    O adepto do liberalismo-econômico Rodrigo Constantino, publicou ontem (12/09/2017), no seu blog na Gazeta do Povo, uma tradução livre do artigo de Dennis Prager, de ontem também, em Town Hall, intitulado Leftism Is Not Liberalism. O propósito de Prager era mostrar que a esquerda atual ataca os principais valores liberais e que os (verdadeiros) liberais […]

  • ,

    A politização do Ministério Público

    001 Janot no bar

    Mais um bom artigo do Demétrio Magnoli, sobre a politização do Ministério Público. Raquel Dodge não resolve o dilema da politização do Ministério Público Demétrio Magnoli, Folha de São Paulo, 09/09/2017 No ápice da crise provocada pela gravação da conversa entre Joesley Batista e Temer, a Folha noticiou que, bem antes do fatídico encontro, o […]

  • ,

    Por que podemos afirmar que Bolsonaro é um autocrata

    Bolsonaro Dagobah

    Muita gente que está enfarada com tanta corrupção na política brasileira acha que chegou a hora de dar um basta elegendo um maluco, supostamente honesto, para a presidência da República em 2018. Mas o problema é que o candidato escolhido para canalizar esse protesto – Jair Bolsonaro – não é apenas um “maluco honesto” (posto […]

  • ,

    Cuidado com o caso Palocci

    Palocci Datgobah

    O caso Palocci pode não ser o que parece. É bom ir com calma. Na falta de inteligência é preciso alguma prudência nessa história da “confissão” de Palocci – que entregaria, afinal, a organização criminosa (a tal ORCRIM). Os que inventaram a palavra ORCRIM estão mais confundindo do que esclarecendo. Eles destruíram o conceito ao […]

  • , ,

    Sobre a ideia maligna de pureza

    Jacob

    De todas as ideias introduzidas pelo patriarcado a mais maligna é a de pureza. Foram os sacerdotes que inventaram regras de pureza. Aliás, o código sacerdotal da Torah, contido no livro Levítico, tem centenas de proibições, para praticamente tudo, com base na pureza. Foi uma operação (uma espécie de reengenharia ideológica) feita para substituir a […]

  • ,

    Janot é o principal responsável

    Janot Flexado Dagobah

    No dia 28 de agosto de 2017, portanto, 7 dias antes de sabermos das 4 horas de gravação da conversa entre os bandidos Joesley Batista e Ricardo Saud, da Friboi, escrevi no meu mural no Facebook: JANOT É O PRINCIPAL RESPONSÁVEL Janot será o principal responsável pelo fracasso da Lava Jato. E os procuradores da […]

  • ,

    A equação eleitoral de 2018

    Lula x Bolsonaro Dag

    Vamos examinar aqui os cenários eleitorais mais prováveis e também os mais desejáveis do ponto de vista da democracia. Antes, porém, cabe uma consideração sobre o que é melhor para a democracia. O QUE É MELHOR PARA A DEMOCRACIA Deixando de lado o besteirol esquerda x direita (que só serve para empulhar e esconder o […]

  • , ,

    Por que você pensa como pensa

    Pensa

    Este texto, escrito há um ano, contém dicas importantes para desvendar um mistério: por que as pessoas pensam como pensam? E por que, habitualmente, não mudam a maneira de pensar a despeito de nossos esforços de mostrar-lhes outras maneiras. Como acrescentou recentemente o Renato Jannuzzi Cecchettini (autor da imagem abaixo) “a questão é onde você espeta seu plug”: […]

  • ,

    Um surto reacionário na política brasileira

    Agressão PT Dagobah

    De onde surgiram – ou de que tumba se levantaram – legiões de pessoas que assimilaram ideias conspiracionistas, já não direi conservadoras, mas retrogradadoras e, em grande parte, anti-humanizantes (como as do autocrata religioso Olavo de Carvalho) e também ideias excludentes, militaristas, baseadas em ordem top down (como as do autocrata eleitoreiro Jair Bolsonaro)? Esse […]

  • , ,

    O moralismo da operação Mãos Limpas, segundo Giovanni Orsina

    Orsina dag

    Juízes da Mãos Limpas viraram atores políticos, diz historiador italiano IGOR GIELOW, Folha de São Paulo, 29/08/2017 Era uma vez um país abalado por uma megaoperação contra a corrupção. Ela dizimou as principais lideranças partidárias, pegas em malfeitos, teve juízes e procuradores acusados de agir politicamente e abriu caminho a um líder que se dizia […]

  • ,

    Estupra mas não mente

    estupra

    Janot, o homem bom, não teve flechas para negociatas obscenas como a de Pasadena, repleta de digitais de Dilma Guilherme Fiuza, O Globo, 26/08/2017 – 08h02 Apolítica brasileira não produziu uma cena tão sublime, nas últimas décadas, quanto o abraço de Lula e Renan Calheiros num comício pela democracia. Sublime, no caso, menos pela transcendência que […]

  • , ,

    Sobre a besteira de dizer que o fascismo é de esquerda

    anticomunistas-768x576

    O que caracteriza o fascismo (a rigor, os fascismos) é o estatismo, a visão estadocêntrica do mundo. Mas o fascismo não é propriamente uma doutrina, senão um comportamento político que tanto pode incidir em projetos revolucionários (ditos de esquerda), quanto em projetos conservadores (considerados de direita). Há isomorfismos entre fascismo (notadamente entre o fascismo alemão, […]

  • , ,

    História e liberdade: epílogo do livro do Snyder “Sobre a tirania”

    Snyder Dagobah

    Epílogo do livro Sobre a tirania, de Timothy Snyder (2017) O livrinho de Timothy Snyder (*) – apesar de desconjuntado, às vezes mal-escrito e com títulos péssimos – concentra-se no fundamental para a democracia: como evitar a tirania (o processo de autocratização). Merece ser estudado do ponto de vista do reconhecimento de padrões autocráticos. Leiam […]

  • , ,

    Charlottesville: não são dois lados equivalentes

    Supremacistas Dagobah

    Supremacistas e antifascistas não são dois lados equivalentes. E “anarquistas” (mesmo quando degenerados pela contaminação marxista) não instalam ditaduras. Os que se dizem de direita, no Brasil, insistem em defender Trump (vamos ver até onde aguentarão) no episódio de Charlottesville. Como o grupo Antifas (uma espécie de Black Bloc americano) também é violento, então deu […]

  • , ,

    Ralf Dahrendorf e a legitimidade democrática

    Dahrendorf Dagobah

    Dois artigos importantes de Ralf Dahrendorf (de 2004 e 2005) que servem de referência para a compreensão dos critérios da legitimidade democrática. Ralf Dahrendorf (1929-2009), was the author of numerous acclaimed books and a European Commissioner from Germany, member of the British House of Lords, Director of the London School of Economics, and Warden of […]

  • ,

    Cantanhêde expõe o erro do PSDB ao repetir que errou

    Cantanhede dagobah 2

    Vale a pena ler o artigo de hoje (20/08/2017) de Eliane Cantanhêde, publicado no Estadão. ‘O PSDB errou’ Eliane Cantanhêde, O Estado de S.Paulo, 20 Agosto 2017 | 05h00 A única coisa que restou da propaganda dos tucanos na TV, além da decisão de esconder seus líderes e do aprofundamento do racha interno, foi um […]

  • , ,

    Não são as pessoas más, os bandidos, os criminosos comuns, os ladrões, os corruptos, que instauram ditaduras

    Burro dagobah

    Este é um texto muito importante para a compreensão do que é democracia e do que é ditadura. A maioria das pessoas, sem experiência política, confunde ditadura (ou autocracia) com corrupção, com número de bandidos ou maus-elementos (as tais maçãs-podres) que existem no meio político. Isso é um erro grave. A corrupção existe endemicamente nos […]

  • ,

    O fim da picada

    Fim da picada Dagobah

    Deixando a torcida de lado e passando à análise: o que temos de concreto em termos políticos? O que temos de concreto é que Lula é candidato à presidência da República em 2018. Vejam que espantoso! Apesar de tudo, de todas as investigações, condenações, prisões (e não prisões) da Lava Jato, Lula – aquele que […]

  • , ,

    O que significa ser “de direita”?

    trump Bolso

    Qualquer pessoa tem o direito de se dizer “de esquerda” ou “de direita”. Mas é preciso ver qual o sentido desses termos no final da segunda década do século 21. Parece meio óbvio que foi a esquerda que inventou a esquerda e, no mesmo ato, a direita. É o esquema interpretativo que interessava à esquerda, […]

  • , ,

    Quem são (e quantos são) os chamados “formadores de opinião”

    Formadores de opinião

    São pouquíssimos os jornalistas e analistas políticos considerados “formadores de opinião”. Com exceção da chamada esquerda, é claro. DE ESQUERDA Então é até bobagem tentar citar um a um. Pois na esquerda temos legiões de ideólogos, de ideólogos disfarçados de jornalistas da grande imprensa ou da chamada rede suja de sites e blogs petistas (e assemelhados) […]

  • ,

    Mais um artigo inteligente da Eliane Cantanhêde

    Janot

    Eliane Cantanhêde publicou ontem (13/08/2017) um bom artigo em O Estado de São Paulo. Disse o óbvio, é claro. Mas o óbvio virou artigo raro diante da orquestração da imprensa que amplifica acriticamente a armação de Janot e Joesley. Leiam: JOESLEY NA MIRA Eliane Cantanhêde, O Estado de S.Paulo, 13 de agosto de 2017 A […]

  • , ,

    Populismo: o novo inimigo da democracia liberal

    Llosa Populismo

    O artigo de Mario Vargas Llosa sobre o populismo, em El País, é antigo: de março de 2017. Algumas de suas esperanças não se concretizaram (como a eleição de Guilhermo Lasso, no segundo turno do Equador) e outras avaliações revelaram-se incorretas (como o caráter anti-populista da luta contra a corrupção no Brasil). Além disso, Llosa […]

  • , , ,

    Repensando o paradigma da transição

    Transição Dagobah

    Este texto é a versão resumida e levemente editada de um painel de discussão ocorrido em 2013. Nossos agradecimentos a Dean W. Jackson e Marlena Papavaritis por terem produzido a transcrição inicial. Repensando o paradigma da transição Larry Diamond, Francis Fukuyama, Donald L. Horowitz e Marc F. Plattner Publicado originalmente como “Reconsidering the Transition Paradigm”, […]