Crucial

, ,

A democracia sob ataque terá de ser reinventada

A democracia está sob ataque. Talvez o maior ataque, desde que surgiu no século 5 AEC. O número de democracias não tem aumentado no século 21, ao contrário do que aconteceu durante o século 20. Só na última década surgiram três novas ditaduras – Rússia, Venezuela e Turquia – e há processos em curso de autocratização, como na Nicarágua, na Bolívia e no Equador. Para piorar o quadro, o governo da FSB (ex-KGB) de Vladimir Putin, iniciou uma ofensiva para desmoralizar as grandes democracias. Contra a democracia americana, a FSB (aliada com o staff de campanha de Trump) desencadeou uma campanha sórdida para denunciar os democratas como parceiros de uma suposta conspiração financiada por Soros e os Clinton visando instaurar uma nova ordem mundial. Contra as democracias europeias, Putin começou pela França, tentando desmoralizar o candidato Macron para viabilizar a eleição de Le Pen (e a acusação desencavada pela FSB é a de que ele, Emmanuel Macron, manteve relações homossexuais).

Uma onda antidemocrática se avoluma. O mundo começa a ser infestado por populistas e neopopulistas autoritários (já no poder, ou querendo se eternizar no poder, ou querendo tomar o poder, ou querendo voltar ao poder) como Trump (USA), Putin (Rússia), Farage (Reino Unido), Kaczynski (Polônia), Le Pen (França), Orbán (Hungria), Erdogan (Turquia), Duterte (Filipinas) e Lula (Brasil). Isso para não falar de Maduro (Venezuela), Evo (Bolívia), Correa (Equador e seu sucessor de significativo nome: Lenin Moreno), Ortega (Nicarágua), Funes (El Salvador) e as FARC, que querem ser uma espécie de PT colombiano (estes últimos pilotados pelo ditador cubano Raul Castro). Todo esse pessoal é populista (incluindo o chamado neopopulismo chavista, bolivariano, lulopetista e kirchnerista). E os populismos (sobretudo os contemporâneos, reincidentes no século 21), como sabemos desde Enrique Krauze (2006), subvertem a democracia. Sua natureza, como assinalou recentemente Moisés Naim (2017), é ser amoldável a qualquer ideologia, seja de esquerda ou de direita, pois se trata de um comportamento político que tem como objetivo alcançar e conservar o poder. Nesse sentido, o populismo serve igualmente a Trump e a Maduro, a Evo e a Le Pen, a Orbán e a Lula.

Há, todavia, ideologias por trás do populismo, que também unificam a imensa maioria das forças antidemocráticos presentes na cena política do século 21, sejam consideradas de esquerda ou de direita. A principal delas é o anti-globalismo (que expressa, na verdade, uma recusa à globalização). Assim, tanto Trump quanto a Al Qaeda são antiglobis (aliás, os primeiros financiadores de Osama bin Mohammed bin Awad bin Laden foram os caciques locais da Arábia Saudita, apavorados com a possibilidade de perder seu poder de vida e morte sobre as populações do interior do país, diante da invasão dos costumes estrangeiros via rádio, TV e, depois, Internet). Tanto Putin quanto o Daesh são antiglobis: o primeiro porque quer voltar a um mundo bipolarizado e não multipolarizado e o segundo porque quer um mundo unipolarizado, comandado por um Estado único, um califado universal. Tanto Erdogan e seus bate-paus (que querem reviver a glória de uma nova Constantinopla islâmica e imperial), quanto os militantes petistas no Brasil (que acham que todo mal vem da entrega de nossas riquezas ao capitalismo internacional). E – pasme-se! – tanto os militantes petistas e psolistas, quando os militantes olavistas, bolsonaristas, militaristas, monarquistas tipo tefepistas e nacionalistas que saíram do armário e perderam o pudor de mostrar a cara à luz do dia na presente década.

Em todos esses países surgiram intelectuais, políticos, empresários, profissionais liberais e militantes – sejam considerados de esquerda ou de direita – justificando abertamente o populismo nacionalista (anti-globalização). Autocratas como Olavo de Carvalho, açulam uma militância direitista, antidemocrática e hidrófoba, que floresce em países como o Brasil, proferindo ensinamentos delinquentes como:

“Donald Trump tem diante de si o mesmo desafio que Ivan o Terrível e Dom Afonso Henriques, fundador de Portugal, venceram brilhantemente: apoiar-se no povão para subjugar a elite. Ou faz isso, ou morre.”

Seria cômico se não fosse trágico: “povão contra as elites”? Parece ou não parece Lula fazendo um discurso para a clientela do Bolsa Família em São José do Ribamar no Maranhão ou mesmo em um comício eleitoral na Praça da Sé?

Estas coincidências são apenas sinais mais fortes de que algo monstruoso se configurou nas últimas três décadas (em especial após o fim da guerra fria, com a queda do muro de Berlim e o colapso da União Soviética) e não percebemos. Forças tenebrosas se uniram tacitamente contra a globalização (os discursos de salão da esquerda na década de 1990 contra o neoliberalismo já eram um sinal disso, conquanto fraco). Esquerda e direita se unem – objetivamente, mesmo contra a eventual vontade de alguns dos sujeitos que as compõem – e o que as une é o medo da mudança de época diante do dealbar de uma sociedade-em-rede. Sim, o que as une é o estatismo, um localismo não-cosmopolita e, portanto, anti-globalização. Em termos de pensamento e comportamento políticos configura-se o pior cenário quando o tarado belicista Steve Bannon (principal assessor estratégico de Trump) e os irresponsáveis Black Blocs ficam do mesmo lado; ou melhor, quando pensam e agem do mesmo modo: para enfrear a processo democrático que, se não for barrado por um poder acima da sociedade (o poder centralizado do velho Estado-nação recauchutado), tende a ultrapassar fronteiras, derrubar muros e permitir o surgimento de padrões de relacionamento mais distribuídos, aumentando a conectividade e a interatividade geral, local e global (e, o que é mais importante, liberando e viabilizando a conexão local-global). Ora, isso é a definição de uma sociedade-em-rede. Atacar a democracia, nos tempos que correm, é – para todos os efeitos práticos – se opor à emersão da sociedade-em-rede.

E o pior é que contra essa aliança tácita, não há outro lado, porque não se trata de uma luta entre autocratas e democratas. O que há é mais autocracia, vinda de vários lugares (e de épocas passadas): na luta dos trumpistas e putinistas contra o jihadismo ofensivo islâmico, todos estão do mesmo lado! Trump justifica sua aproximação com Putin dizendo que é preciso combater o Estado Islâmico e outros grupos terroristas. Mas o outro lado a ser combatido é apenas um pretexto para autocratizar os regimes políticos e submeter as próprias sociedades (americana e russa) e os outros países, com a instalação do estado permanente de guerra. Pois “do outro lado” – financiando ou praticando o terrorismo – também estão estatistas aterrorizados com a sociedade-em-rede. Sim, os terroristas são os aterrorizados com a democracia, com a transformação de paredes em membranas permeáveis ao fluxo interativo da convivência social e… com a queda dos muros (culturais e físicos). No “outro lado” da guerra do século 21 – uma netwar, mas não porque seja travada por hackers e crackers e sim porque é uma guerra contra a net – quem encontramos? Não, por certo, democratas, mas teocratas e jihadistas: aiatolás iranianos que financiam grupos terroristas como o Hezbolah, ditadores islâmicos instalados no Afeganistão, na Arábia Saudita, na Argélia, no Azerbaidjão, em Barein, em Brunei, em Burkina Faso, no Cazaquistão, no Chade, em Comoros, na Costa do Marfim, em Djibuti, nos Emirados Árabes Unidos, na Eritreia, na Gâmbia, na Guiné, na Jordânia, no Kuwait, em Marrocos, na Nigéria, em Omã, no Qatar, na Síria, na Somália, no Sudão, no Tajiquistão, no Turcomenistão, no Uzbequistão e no Yemen.

E temos também as organizações da jihad ofensiva, algumas disfarçadas de pacíficas, como a Irmandade Muçulmana – no Egito, na Líbia, na Tunísia, na Palestina (sob o nome de Hamas) – e, outras, atuando ostensivamente, revelando o que são mesmo: Boko Haram (Nigéria), Al Shabab (Somália e redondezas), Lashkar-e-Taiba (Paquistão e Afeganistão), Al Qaeda (Oriente Médio, África, Ásia e alhures), Talibã (Afeganistão e Paquistão), Estado Islâmico (Iraque, Síria etc.), Gama’at Islamiya (Egito), Jamaat-e-Islami (Índia, Paquistão, Bangladesh, Sri Lanka, Caxemira), Jemaah Islamiyah (Indonésia, Malásia, Filipinas, Cingapura, Brunei) – todas terroristas!

Além de tudo isso, ainda temos as já conhecidas ditaduras ideológicas, marxistas-leninistas ou nacionalistas, algumas ditas populares: Angola, Belarus, Camarões, Camboja, China, Congo, Coréia do Norte, Cuba, Etiópia, Fiji, Guiné Equatorial, Guiné-Bissau, Laos, Madagascar, República Centro Africana, República Democrática do Congo, Ruanda, Suazilândia, Sudão do Sul, Togo, Vietnam e Zimbábue. E a Rússia engajada no mais saliente projeto expansionista e regressivo, querendo reeditar a guerra fria e fazer o mundo retrogradar para a política de blocos dos anos 60.

Poder-se-ia dizer que a democracia é a única esperança para um mundo tão acossado por tendências autoritárias. Na verdade, porém, não há esperança para um mundo configurado por esses atores estatistas. Não chegam a quarenta os países onde a forma Estado-nação deixou-se democratizar suficientemente sob a vigência de Estados de direito: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Cabo Verde, Canadá, Chile, Chipre, Costa Rica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, Estônia, Finlândia, França, Holanda, Irlanda, Islândia, Itália, Japão, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia, Suíça e Uruguai (aos quais se pode somar algumas pequenas ilhas e micro-países democráticos, como Andorra, Bahamas, Barbados, Ilhas Marshall, Mauricio, Kiribati, Liechtenstein, Micronésia, Palau, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, São Marinho, Tuvalu).

Tirando essas democracias plenas ou mais ou menos plenas, não chegam a cinquenta os países com algum grau mínimo ou aceitável de democratização, como: Israel, Índia, Eslovênia, África do Sul, Lituânia, Grécia, Jamaica, Latvia, Eslováquia, Timor Leste, Panamá, Bulgária, Trindade e Tobago, Polônia, Indonésia, Argentina, Brasil, Croácia, Gana, Filipinas (sob risco com Duterte), Hungria (também sob risco com Orbán), Suriname, Tunísia (onde o recente processo de democratização está sendo derruído pela Irmandade Muçulmana e por outros grupos autocráticos), Servia, Romênia, República Dominicana, El Salvador (ainda sob risco, apesar da fuga de Funes), Mongólia, Colômbia, Lesoto, Peru, México, Hong Kong (dependendo do humor dos ditadores chineses), Malásia, Moldávia, Paraguai, Namíbia, Zâmbia, Senegal, Guiana, Papua Nova Guiné, Macedônia e Montenegro.

E… chega! Acabaram as democracias. O países que não foram mencionados nos parágrafos acima são regimes híbridos, extremamente vulneráveis à autocratização, quando não já caracterizáveis como protoditaduras, como: Guatemala, Albânia, Georgia, Equador, Honduras, Bolívia, Bangladesh, Benin, Ucrânia, Mali, Tanzânia. Malawi, Quirguistão, Quênia, Nicarágua, Uganda, Tailândia, Liberia, Butão, Líbano, Madagascar, Bosnia e Herzegovínia, Nepal, Moçambique, Serra Leoa, Paquistão, Cambodja, Iraque, Armênia.

O fato – que ninguém pode contestar – é que mais da metade da população do planeta não vive – e aliás nunca viveu – sob democracias: sejam plenas, defeituosas ou minimamente aceitáveis. Mas o problema é que a vaga autoritária continua crescendo, sobretudo agora com a ascensão do populismo num grande país, como os USA na era Trump, ainda que já viessem caindo há várias décadas nos rankings mundiais das democracias. A situação é dificílima, pois que temos, por um lado, a aliança tácita Trump-Putin (que quer voltar a um mundo bipolarizado e comandado por grandes centros de poder para colocar ordem na casa) e, por outro lado (que, como vimos, do ponto de vista da democracia, é o mesmo lado), o crescimento vertiginoso do jihadismo islâmico (e do próprio islamismo como projeto político-religioso que, com ou sem ataques terroristas, vai invadindo os países democráticos). Essa guerra tacitamente articulada deixa a democracia imprensada e obriga os governos dos países democráticos a reduzirem as liberdades dos seus próprios cidadãos em nome do combate ao perigoso inimigo.

É claro que se deve defender as democracias realmente existentes – as plenas, as mais ou menos plenas e as defeituosas – e também contribuir de alguma forma para que os regimes híbridos se democratizem. Sobretudo as democracias plenas devem ser defendidas, a despeito de todas as suas mazelas, porque elas permitem a continuidade dos processos de democratização por iniciativa da sociedade, coisa que as ditaduras e protoditaduras não permitem: quem duvidar deve tentar fazer experiências democráticas em Cartum, Pyongyang, Havana ou Bangui (e voltar, se puder, para nos contar o resultado). Mas é meio inútil esperar por processos de democratização que transformem os Estados-nações autoritários em respeitáveis Estados democráticos de direito. Não vai acontecer no horizonte visível (ou previsível). Algumas golfadas populistas, como a que levou Trump ao governo americano, serão revertidas no curto ou médio prazos. Mas isso só acontecerá onde já há experiência democrática suficiente. Países como a Rússia jamais serão convertidos à democracia, a não ser, talvez, no longuíssimo prazo.

Isso significa que a democracia morreu? Não! Significa apenas que ela não poderá mais continuar se expandindo – pelo menos, não do mesmo modo e no mesmo ritmo com que cresceu no século 20 – reduzida a modo político de administração do Estado-nação. O século 21 está revelando que um modo de regulação que não se sintonize ou não se sinergize com um padrão de organização não pode perdurar por muito tempo. Há um condicionamento recíproco entre ‘cracia’ e ‘arquia’. Agora que vivemos a emergência de uma sociedade-em-rede o problema fica, afinal, plenamente visível. Sim, o que está emergindo é uma sociedade cada vez mais distribuída, conectada e interativa, mas isso acontece em sociedades (sociosferas), não em Estados (clones resilientes da forma setecentista do Estado-nação europeu moderno). As sociedades emergentes atuais não cabem mais dentro dos Estados que remanescem. Mais cedo ou mais tarde, a coisa vai transbordar: as fronteiras opacas serão rompidas e os muros, de tão perfurados, desabarão.

A esperança, portanto, não está na conversão da velha forma Estado-nação (que – convenhamos – só deu plenamente certo quando moderada pela fórmula do Estado democrático de direito e em menos de trinta países). A esperança está nas sociedades que vão continuar desejando experimentar a democracia, por fora das grandes e pequenas pirâmides, em novos arranjos societários de vida e convivência social. Daqui para a frente deveremos experimentar a democracia não apenas no Estado, mas também nas organizações da sociedade (como a família, a escola, a igreja, a corporação – incluindo a universidade e o sindicato -, o quartel, as organizações da sociedade civil, o partido e a empresa hierárquica). Só assim será possível que uma nova onda democratizante ressurja no médio prazo, incidindo nas novas unidades de governança que surgirão independentemente do Estado-nação centralizador, como as cidades transnacionais, as cidades-pólo tecnológicas, as cidades-regiões, as redes de cidades e outros arranjos comunitários que, assumindo a direção autônoma do seu próprio desenvolvimento, constituirão também novas unidades políticas. Esta será a terceira invenção da democracia: a desinvenção da fórmula única de democracia sonhada pelos modernos. Serão, necessariamente, muitas democracias e não apenas reproduções do modelo único da democracia representativa.

Enquanto isso não acontece (ou melhor, acontece, mas nunca se consuma globalmente, posto que não haverá mais uma fórmula ou um modelo) os democratas terão de viver, cada vez mais, em ilhas democráticas – não exatamente nas ilhas citadas acima, como Malta e Kiribati, que oxalá consigam manter suas democracias, mas em ilhas na rede, que podem se configurar temporariamente em todos os lugares onde a influência do campo hierárquico que acompanha os governos autocráticos e seus aparatos não for forte o suficiente para impedir a sua existência: em cidades, em bairros, em comunidades de aprendizagem, de prática, de projeto e, inclusive dentro e à margem das instituições e entidades centralizadas atuais. Serão bolhas, bolhas dentro de organizações maiores, que existirão enquanto durarem. Essas bolhas não crescerão envolvendo o mundo todo. Mais cedo ou mais tarde as bolhas de hoje desaparecerão, dando origem a mais bolhas de amanhã. É assim – por multiplicação, reverberação e cloning – que o processo de democratização avançará daqui para a frente, inventando miríades de novos países sociais e não mais tentando converter à democracia os apenas cerca de duzentos países estatais que remanescem como herança de séculos de guerra e de política pervertida como continuação da guerra por outros meios.

A democracia sob ataque – e quem a ataca é sempre a guerra (ou seja, um modo não-pazeante de regulação de conflitos: seja a guerra quente, seja a guerra fria, seja a política praticada como arte da guerra), cujo objetivo real não é matar pessoas e sim matar a rede – terá de ser reinventada.

 

 

 

86 Comments

Leave a Reply
  1. Há tempos (embora seja difícil de perceber), a polarização
    esquerda-direita deixou de ser o foco da questão política, atualmente o
    embate populismo-democracia é muito mais significativo…

  2. Does your blog have a contact page? I’m having problems locating it but, I’d like to shoot
    you an email. I’ve got some creative ideas
    for your blog you might be interested in hearing. Either way, great site and I look forward to seeing it
    improve over time.

  3. I know this if off topic but I’m looking into starting
    my own blog and was wondering what all is required to get setup?
    I’m assuming having a blog like yours would
    cost a pretty penny? I’m not very internet smart so I’m not 100%
    sure. Any recommendations or advice would be greatly appreciated.
    Cheers

  4. It’s actually a nice and useful piece of info.
    I’m happy that you just shared this useful info with
    us. Please stay us informed like this. Thanks for sharing.

  5. excellent publish, very informative. I wonder why the opposite specialists of
    this sector do not realize this. You should proceed your writing.

    I am sure, you’ve a huge readers’ base already!

  6. Ahaa, its pleasant discussion about this article at this place at this web site, I have read all that, so at this time me also commenting at this place.

  7. I just couldn’t depart your web site before suggesting that
    I actually enjoyed the standard info a person supply in your visitors?
    Is gonna be back continuously in order to investigate cross-check
    new posts

  8. Having read this I believed it was very informative.
    I appreciate you spending some time and effort to put this informative article together.
    I once again find myself personally spending a significant
    amount of time both reading and commenting.
    But so what, it was still worth it!

  9. Hmm it seems like your blog ate my first comment (it was extremely long) so I
    guess I’ll just sum it up what I wrote and say, I’m thoroughly enjoying your blog.
    I too am an aspiring blog blogger but I’m still new to everything.
    Do you have any tips and hints for beginner blog writers? I’d certainly appreciate it.

  10. I’m not that much of a internet reader to
    be honest but your sites really nice, keep it up!
    I’ll go ahead and bookmark your site to come
    back down the road. All the best

  11. I blog often and I seriously appreciate your information. Your
    article has truly peaked my interest. I am going to book mark your site and
    keep checking for new information about once per week.
    I subscribed to your Feed too.

  12. My partner and I stumbled over here different web page and thought I may as well check things out.

    I like what I see so now i am following you. Look forward to looking over your web page again.

  13. Great web site you have got here.. It’s hard to find good quality writing like yours nowadays.

    I seriously appreciate individuals like you! Take care!!

  14. I’m truly enjoying the design and layout of your blog.
    It’s a very easy on the eyes which makes it much more pleasant for me to come here and visit more often. Did you
    hire out a designer to create your theme? Outstanding
    work!

  15. It is appropriate time to make some plans for the long run and it
    is time to be happy. I’ve learn this post and if I may just I desire to counsel you few interesting things or suggestions.
    Maybe you can write subsequent articles regarding this article.
    I wish to read more things about it!

  16. I’ll immediately grasp your rss as I can not find your e-mail subscription hyperlink or e-newsletter service.
    Do you’ve any? Please let me know so that I could subscribe.
    Thanks.

  17. Hello to every body, it’s my first pay a visit of this
    webpage; this web site consists of amazing and truly good material in support of visitors.

  18. Hi it’s me, I am also visiting this site on a regular basis, this website is actually pleasant
    and the users are genuinely sharing fastidious
    thoughts.

  19. What i do not understood is in fact how you are no longer really a
    lot more well-appreciated than you may be now. You are
    very intelligent. You realize therefore significantly with regards to this
    topic, produced me personally consider it from
    numerous varied angles. Its like men and women aren’t interested until it is one thing
    to do with Woman gaga! Your personal stuffs outstanding. All
    the time care for it up!

  20. I think this is one of the most vital information for me. And
    i’m glad reading your article. But should remark on few general things, The website style is great, the
    articles is really excellent : D. Good job, cheers

  21. Its like you read my mind! You seem to understand a lot
    approximately this, like you wrote the guide in it or something.
    I think that you just could do with a few percent to force the message house a little bit, but instead of that, this is great blog.
    A fantastic read. I’ll certainly be back.

  22. Wow, wonderful weblog layout! How lengthy have you been blogging for?
    you make running a blog glance easy. The full look of your
    web site is magnificent, as well as the content material!

  23. Hi there! This article could not be written any better! Looking at this post reminds
    me of my previous roommate! He constantly kept preaching about
    this. I will forward this information to him. Fairly certain he’ll have a very good
    read. Thank you for sharing!

  24. Is Amoxicillin The Same As Clavamox [url=http://zol1.xyz/buy-cheap-generic-zoloft.php]Buy Cheap Generic Zoloft[/url] Comprar Lamisil Pastillas How Often Can I Take Amoxicillin [url=http://zol1.xyz/buy-generic-zoloft.php]Buy Generic Zoloft[/url] Kamagra Corriere Espresso Zithromax Dairy [url=http://zol1.xyz/buy-zoloft-online-usa.php]Buy Zoloft Online Usa[/url] best buy isotretinoin Propecia Tablets For Sale [url=http://cial1.xyz/buy-tadalafil.php]Buy Tadalafil[/url] Flagyl Generic Form Acheter Kamagra Au Quebec [url=http://cial1.xyz/cheap-cialis-generic.php]Cheap Cialis Generic[/url] Buy Deprenyl Online Acheter Cialis Belgique Sans Ordonnance [url=http://zol1.xyz/mail-order-zoloft.php]Mail Order Zoloft[/url] Amoxil Dosing For Sinus Infection Bactrim Ds Without An Rx [url=http://kama1.xyz/prices-kamagra.php]Prices Kamagra[/url] Clomid Et Bb Efectos De Cialis [url=http://zol1.xyz/order-zoloft-online.php]Order Zoloft Online[/url] Viagra Ohne Rezept In Holland Kaufen Kamagra 100mg Erfahrungen [url=http://kama1.xyz/order-kamagra-online.php]Order Kamagra Online[/url] Worldwide Generic Dutasteride 0.5mg Canada Amex No Prescription Needed accutane online for sale [url=http://cial1.xyz/cialis-order.php]Cialis Order[/url] Prednisone Over Counter In Costa Rica Amoxicillin 500mg Walmart Prices [url=http://viag1.xyz/generic-viagra-100mg.php]Generic Viagra 100mg[/url] Levitra Si Trova In Farmacia Xenical Online New Zealand [url=http://cial1.xyz/fast-delivery-cialis.php]Fast Delivery Cialis[/url] Cialis Cheapest Canada Ieuropharmacy [url=http://propecia.ccrpdc.com/generic-propecia.php]Generic Propecia[/url] Viagra Kaufen Munchen Eastern Canada Pharmacy For Levitra [url=http://accutane.ccrpdc.com/buy-roaccutane.php]Buy Roaccutane[/url] Viagra Nessun Effetto Difference Between Red Or Green Keflex [url=http://levitra.ccrpdc.com/levitra-pills-online.php]Levitra Pills Online[/url] Effet Cialis Viagra Acheter Levitra Maroc [url=http://zol1.xyz/order-zoloft-pills.php]Order Zoloft Pills[/url] Canadian Pharmacies Nexium After Before Photo Propecia [url=http://zithromax.ccrpdc.com/purchase-zithromax.php]Purchase Zithromax[/url] Topical Keflex Use Superdrugsaver [url=http://cial1.xyz/buy-cheap-cialis-on-line.php]Buy Cheap Cialis On Line[/url] Tonic Water And Amoxicillin Brangman No need to deal with the major credit agencies Experian TransUnion and Equifax the way one would need to with a traditional lender. [url=http://moneyloantoday.net]personal loans bad credit[/url] Subject to online availability and underwriting may request additional items prior to final approval.Online Propecia Prescription Male Pattern Baldness [url=http://zithromax.ccrpdc.com/by-cheap-zithromax.php]By Cheap Zithromax[/url] Shipped Ups Clobetasol In Germany Cheapeast direct isotretinoin order in internet [url=http://cial5mg.xyz/buy-cialis-cheap.php]Buy Cialis Cheap[/url] Lowpricenonprescriptionviagra Buy Pfizer Viagra Uk Buy [url=http://zithromax.ccrpdc.com/buy-online-zithromax.php]Buy Online Zithromax[/url] Comprar Viagra Generica Farmacia Priligy Farmacias Benavides [url=http://viag1.xyz/buy-generic-viagra.php]Buy Generic Viagra[/url] Buy Accutane In London Traitement Baclofene [url=http://nolvadex.ccrpdc.com/buy-clomid-and-nolvadex-online.php]Buy Clomid And Nolvadex Online[/url] Isoniazid Non Perscription Amoxicillin [url=http://kama1.xyz/generic-kamagra-pills.php]Generic Kamagra Pills[/url] India Online Pharmacy Isotretinoin Allergic Reaction To Cephalexin [url=http://kama1.xyz/prices-kamagra.php]Prices Kamagra[/url] Commande Cialis France Cialis Lyon [url=http://zol1.xyz/purchase-zoloft.php]Purchase Zoloft[/url] Finish Amoxicillin Zithromax For Tooth Abscess [url=http://antabuse.ccrpdc.com/cheap-antabuse-on-line.php]Cheap Antabuse On Line[/url] How To Buy Clobetasol Eczema Order Celexa Online [url=http://kama1.xyz/kamagra-gel-online.php]Kamagra Gel Online[/url] Cialis Effetti Terapeutici

  25. I believe this is among the such a lot vital info for me.
    And i am satisfied reading your article. However want to observation on few common issues, The website style is perfect,
    the articles is in reality great : D. Excellent activity, cheers

  26. Its such as you learn my mind! You seem to know a lot about this, such
    as you wrote the book in it or something. I feel that you
    just can do with a few percent to power the
    message home a little bit, but instead of that, that is excellent blog.
    An excellent read. I’ll definitely be back.

  27. you are truly a excellent webmaster. The web site loading speed is amazing.

    It kind of feels that you’re doing any distinctive trick.
    In addition, The contents are masterwork. you have
    performed a wonderful job on this subject!

  28. Everything is very open with a clear clarification of the challenges.

    It was truly informative. Your site is very useful. Thank you for sharing!

  29. Thanks , I have just been searching for information approximately
    this topic for a while and yours is the best I’ve discovered till now.
    However, what in regards to the conclusion? Are you sure concerning the
    source?

  30. Appreciating the hard work you put into your website and detailed
    information you offer. It’s good to come across a blog every once in a
    while that isn’t the same old rehashed material. Great read!
    I’ve saved your site and I’m including your RSS feeds to my Google account.

  31. Hello there! This blog post couldn’t be written any better!
    Reading through this article reminds me of my previous roommate!
    He always kept talking about this. I most certainly will forward
    this information to him. Pretty sure he’ll have a good read.
    Thank you for sharing!

  32. I’m really enjoying the theme/design of your blog. Do you ever run into any browser
    compatibility issues? A small number of my blog audience have complained about my
    website not working correctly in Explorer but looks great in Chrome.
    Do you have any ideas to help fix this issue?

  33. Wow, marvelous blog layout! How long have you been blogging for?
    you made blogging look easy. The overall look of your website is
    excellent, let alone the content!

  34. Having read this I thought it was really enlightening. I appreciate you taking the time and energy to
    put this content together. I once again find myself personally spending a significant amount of time
    both reading and leaving comments. But so what,
    it was still worth it!

  35. Hello would you mind sharing which blog platform you’re using?
    I’m looking to start my own blog in the near future but I’m having a hard time
    deciding between BlogEngine/Wordpress/B2evolution and Drupal.
    The reason I ask is because your layout seems different then most blogs and I’m looking
    for something completely unique. P.S Apologies for being off-topic but I had to ask!

  36. I seriously love your website.. Excellent colors & theme.
    Did you develop this website yourself? Please reply back as I’m looking to create my own personal site and would love to learn where
    you got this from or just what the theme
    is called. Appreciate it!

  37. Heya i am for the first time here. I came across
    this board and I find It really useful & it helped me
    out much. I hope to give something back and help others like you
    helped me.

  38. Buy Macrobid [url=http://buyizot.xyz/accutane-no-prescription.php]Accutane No Prescription[/url] Citalopram Pills For Sale Buy Levothyroxine Without Prescription [url=http://cytobuy.xyz/buy-misoprostol.php]Buy Misoprostol[/url] Amoxicillin Sun Exposure Achat De Viagra Pfizer En Roubaix [url=http://las1.xyz/lasix-cost.php]Lasix Cost[/url] Www7.Usa Pharmacy.Usa Cytotec Without Prescription [url=http://zoloft.ccrpdc.com/zoloft-order.php]Zoloft Order[/url] Cytotec Pas D Effet Pallet And Amoxicillin [url=http://cyto1.xyz/cytotec-misoprostol.php]Cytotec Misoprostol[/url] Viagra Turk Prednisone Side Effects [url=http://antabusa.xyz/generic-antabuse-pills.php]Generic Antabuse Pills[/url] Nolvadex 20

  39. Hi there! This post couldn’t be written any better! Looking
    through this article reminds me of my previous roommate!

    He constantly kept preaching about this. I am going to send this post to him.
    Pretty sure he will have a very good read. Many thanks for sharing!

  40. Its such as you learn my mind! You appear to understand a lot approximately this,
    such as you wrote the ebook in it or something. I believe that you
    just can do with a few p.c. to power the message home a
    little bit, but other than that, that is great blog.
    An excellent read. I will certainly be back.

  41. Hi! Do you know if they make any plugins to assist with Search Engine Optimization? I’m
    trying to get my blog to rank for some targeted keywords but
    I’m not seeing very good success. If you know of any please share.
    Thanks!

  42. Hi there! This article could not be written any better! Going through this article reminds me of my
    previous roommate! He always kept talking about this.
    I’ll send this post to him. Pretty sure he’ll have a very
    good read. Many thanks for sharing!

One Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

Deixe seu comentário