01 Janot Dagobah

,

Pode-se apoiar a Lava Jato sem apoiar Janot

Sempre apoiei decididamente a Lava Jato, o juiz Moro e a chamada força-tarefa. Mas nem sempre fiz o mesmo com Janot, que me parece melífluo, incerto, parcial e meio surdo aos apelos da opinião pública.

Ele se comporta com uma soberania que não convém ao cargo que ocupa. E não explica muita coisa do que faz. Vamos ver alguns exemplos.

Ele não explicou até hoje por que anulou a delação de Leo Pinheiro, da OAS.

Também não explicou por que foi tão rápido na condenação de alguns (como Cunha) e tão lento na denúncia de outros (como Renan).

Não explicou por que não denunciou Dilma, quando era o óbvio a ser feito (e isso deu origem até a um Janot Inflado, confeccionado pelo movimento Nas Ruas).

E não explicou por que não denunciou Lula tempestivamente, quando tudo apontava para isso (e nem lhe ocorreu, agora, depois da delação de Joesley, fazer uma “ação controlada” contra aquele que foi caracterizado por Deltan como o chefe da organização criminosa).

Agora, depois dessa escandalosa armação com Fachin para tornar Temer e Aécio alvos principais da indignação moralista nacional, montando uma verdadeira armadilha e ensejando o maior ataque especulativo (em termos políticos) já praticado em toda nossa história contra um governo constitucional, ele continua sem explicar direito por que fez um acordo tão favorável com os irmãos Friboi Joesley e Wesley. Escreveu sobre isso um artigo pedestre no UOL, que não diz nada: seria melhor que permanecesse calado.

Então, não podemos transferir nosso apoio à Lava Jato para Janot, porque ele, simplesmente, não o merece.

O fato de a Lava Jato estar sendo vítima de um conluio para desidratá-la ou abafá-la, inclusive por parte de Gilmar Mendes e do fato de Gilmar e Janot serem inimigos, nem mesmo isso dá razões suficientes a qualquer democrata para apoiar Janot.

Ele se comporta de maneira estranha e não se sabe até que ponto está envolvido no vazamento ilegal da gravação de uma conversa privada de Reinaldo Azevedo com uma fonte jornalística, só por vingança (porque Reinaldo começou a especular se ele, Janot, não estaria fazendo campanha para o governo de Minas Gerais). A PF nega que vazou, mas isso sendo verdade ou não o responsável é Janot (ou Fachin).

Esses são os motivos pelos quais devemos continuar apoiando a Lava Jato, mas não Janot.

A Lava Jato – representada por Moro e pela turma de Curitiba é confiável. O mesmo não se pode dizer de Rodrigo Janot e sua equipe de Brasília (onde tem até velhos militantes petistas, procuradores que se venderam – como se descobriu agora – e todo tipo de gente que faz politicagem). O melhor para o Brasil é que esse cara saísse logo de lá.


Democracy Unschool é um ambiente de livre investigação-aprendizagem sobre democracia, composto por vários itinerários. O primeiro itinerário é um programa de introdução à democracia chamado SEM DOUTRINA. Para saber mais clique aqui