in

Você está programado

Duvida? Então leia o texto abaixo:

O desconhecimento da democracia é tão generalizado e a programação autocrática é tão forte que as pessoas fazem sempre as mesmas perguntas (o que é uma evidência inconteste de que existe mesmo uma programação autocrática).

Eis algumas dessas perguntas:

1) Quais os exemplos de países plenamente democráticos? Existem de fato tais países?

2) Como os USA podem ser uma democracia se vivem se metendo nos outros países para controlá-los, fazem guerras em todo lugar para satisfazer seus interesses econômicos e espionam todo mundo?

3) Como pode haver democracia se, no capitalismo, as grandes corporações estão acima das leis e controlam a vida das pessoas?

4) Como pode haver verdadeira liberdade (e democracia) sem um mínimo de igualdade (cidadania plena)?

5) A democracia dos antigos, experimentada no século V a. E. C. na Grécia, não foi um regime instituído para legitimar o modo de dominação dos homens livres (e proprietários) de Atenas sobre os escravos, os estrangeiros e as mulheres? Então, como se pode chamar isso de democracia?

6) De que adianta ter democracia se o povo passa fome (ou como pode haver democracia política enquanto não for reduzida a desigualdade social)?

7) Não se deveria primeiro democratizar a sociedade para depois democratizar a política? O acesso diferencial aos recursos não impõe diferenças de condição de interação política?

8) Se a democracia é o regime da maioria, por que os representantes da maioria não têm o direito de fazer o que almejam para melhorar as condições de vida das populações que governam? Por que condenar o bolivarianismo se os seus líderes foram escolhidos pela maioria da população?

9) Um líder identificado com o povo não pode fazer mais (pelo povo) do que instituições cheias de políticos controlados e financiados pelas elites?

10) Como mobilizar e organizar a ação coletiva sem líderes destacados e sem um mínimo de hierarquia? Isso não parece uma coisa teórica demais, sem base na realidade?

11) Quando se afirma que existe uma opinião pública ela não é sempre o resultado artificial da ação de meios de comunicação que estão nas mãos de grupos minoritários das elites econômicas? Então, como dizer que a opinião pública é um fator necessário à democracia nessas circunstâncias?

12) De que adianta defender as velhas instituições do Estado de direito, quando sabemos que (numa sociedade de classes) elas foram planejadas justamente para inviabilizar uma verdadeira democratização da sociedade e assegurar a reprodução da dominação das elites?

13) A missão do Estado não é educar a sociedade para que os cidadãos possam conviver no espaço público, evitando com isso a prevalência da dominação de grupos privados sobre a maioria do povo? Então de que vale a democracia se os cidadãos não forem educados politicamente (por um Estado colocado a serviço das maiorias) para se conduzir no espaço público?

14) Como a democracia pode funcionar direito quando faltam aos cidadãos os conhecimentos necessários para interpretar a realidade social e escolher conscientemente os melhores caminhos?

15) Os seres humanos, abandonados à sua própria sorte, sem uma direção política capaz de conduzi-los, não acabarão entrando em luta uns contra os outros, instaurando um verdadeiro caos social?

16) A democracia ideal é uma utopia (irrealizável) já que a política é o que é – sempre uma luta pelo poder – e, portanto, não seria uma ingenuidade imaginar que é possível torná-la mais cooperativa ou menos adversarial?

17) Como se pode justificar que a democracia é um modo de regulação baseado na construção de commons (ambientes comuns) se o ser humano é inerentemente competitivo e faz escolhas racionais tentando sempre maximizar a satisfação de seus interesses egotistas?

Poderíamos acrescentar mais umas duas ou três dezenas de questões semelhantes que estão na cabeça das pessoas: não da minoria, mas da maioria das pessoas que acham que sabem o que é democracia e apresentam tais objeções com autoridade, como se fossem coisas óbvias, algumas vezes até como se tivessem desmascarando a falsa democracia das elites.

Responda agora sinceramente. Você ficou ou não ficou em dúvida diante de algumas das perguntas acima?


Democracy Unschool é um ambiente de livre investigação-aprendizagem sobre democracia, composto por vários itinerários. O primeiro itinerário é um programa de introdução à democracia chamado SEM DOUTRINA. Para saber mais clique aqui

Deixe uma resposta

Loading…

Deixe seu comentário

O trumpismo no Brasil

Análises de inteligência democrática