Entendendo quase nada Dagobah

,

Entendendo quase nada…

10 perguntas incômodas, até agora sem respostas

1 – Quem paga os caríssimos advogados de Lula, Dirceu, Palocci, Duque, Vaccari, Paulo Teixeira, Okamotto? Quem pagou os advogados de Delúbio, Genoino, João Paulo Cunha, Silvinho? De onde veio esse dinheiro, se os réus não têm e não tinham rendimentos suficientes para arcar com tais custos?

2 – Enquanto estava ocorrendo a investigação sobre o mensalão, os investigados petistas continuavam a praticar o petrolão. Mas durante as investigações do petrolão, eles continuaram a praticar o… petrolão! Como isso é possível? E como é possível que pessoas que fizeram isso – e, portanto, que continuaram a delinquir (como Dirceu) – tenham sido soltas pelo STF?

3 – Como é possível que os grandes bancos não tenham se envolvido nas movimentações de centenas de milhões de reais, dólares e euros ocorridas no petrolão? Esse dinheiro todo circulou exclusivamente em cuecas e mochilas? Quantas cuecas e mochilas seriam necessárias?

4 – Como é possível que a Receita Federal e o Coaf não tenham detectado a movimentação irregular de dezenas, talvez centenas, de milhões de dinheiro sujo durante o mensalão e o petrolão? As movimentações continuaram mesmo depois da abertura dos inquéritos e ainda assim não foram detectadas? Essas movimentações continuam?

5 – Como é possível que um simples funcionário como Barusco tivesse contas na Suíça com 182 milhões de reais? Todas as contas dele foram descobertas? E era só o Barusco que fazia isso, o exemplar único de uma exótica espécie em extinção? Onde estão as outras contas fantasmas em nome de laranjas ou de offshores (inclusive abertas pela Odebrecht) no exterior?

6 – Descobertas algumas organizações criminosas erigidas dentro de empresas (como o Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht e a Controladoria da OAS), como é possível que essas empresas continuem existindo e operando sob o controle dos mesmos criminosos que montaram essas organizações?

7 – Quem financia o Instituto Lula? Okamotto diz que são os empresários. Eles continuam financiando? Quem são esses empresários temerários? E como eles podem continuar doando recursos depois de tudo que aconteceu?

8 – Como é possível que as novas direções da Petrobrás e do BNDES não tenham feito uma devassa para descobrir esquemas de corrupção e funcionários criminosos que continuaram atuando nessas empresas? Como é possível que, até agora, não se saiba quase nada dos financiamentos do BNDES a ditaduras amigas do PT, sob orientação política, a mando de Lula?

9 – Com que dinheiro José Dirceu vai viver fora da cadeia? E com que dinheiro os outros condenados no mensalão (e já soltos ou perdoados, como Delúbio) estão vivendo? Por último, com que dinheiro Palocci vivia em apartamento de luxo, como um nababo? Se for solto vai retomar sua vida de rico?

10 – Com que dinheiro o PT pretende bancar a campanha de Lula 2018, se as doações empresariais estão proibidas? Só com o fundo partidário? Desviará dinheiro (do imposto sindical) dos seus sindicatos e centrais? Haverá novamente caixa 2? Ou esse dinheiro já está guardado – como reserva estratégica – em contas secretas, no Brasil e no exterior?

Se você não sabe as respostas para essas perguntas é sinal de que está entendendo quase nada do que aconteceu e continua acontecendo no Brasil.


Democracy Unschool é um ambiente de livre investigação-aprendizagem sobre democracia, composto por vários itinerários. O primeiro itinerário é um programa de introdução à democracia chamado SEM DOUTRINA. Para saber mais clique aqui

Deixe uma resposta

Loading…

Deixe seu comentário